Assuntos estratégicos de Segurança e Defesa
Avatar image

Capitão-de-Mar-e-Guerra

José António Rodrigues Pereira

Oficial de Marinha, nasceu em Lisboa em 7 de Junho de 1948, entrou para a Escola Naval em 1 de Setembro de 1966, sendo promovido a Capitão-de-mar-e-guerra em 27 de Julho de 1999, e passado à Reserva, por limite de idade, em 7 de Junho de 2005. Reformou-se, a seu pedido, em 30 de Dezembro de 2010.

Prestou serviço em diversas unidades navais, destacando-se os NRP Brava (1970), NRP Porto Santo (1970), NRP Boavista (Açores, 1970-71), NRP Velas (1971), NRP Jacinto Cândido (Moçambique, 1973-75), NRP Afonso Cerqueira (Timor, 1975-76), NRP Hermenegildo Capelo (1977), NE Vega (1984-85), NE Polar (1985-86) e NRP São Miguel (Golfo Pérsico, 1990-91); comandou os NRP Zaire (1979-82), e NE Polar (1986-88).

Para além de diversos curs

Última atualização em 0000-00-00

Oficial de Marinha, nasceu em Lisboa em 7 de Junho de 1948, entrou para a Escola Naval em 1 de Setembro de 1966, sendo promovido a Capitão-de-mar-e-guerra em 27 de Julho de 1999, e passado à Reserva, por limite de idade, em 7 de Junho de 2005. Reformou-se, a seu pedido, em 30 de Dezembro de 2010.

Prestou serviço em diversas unidades navais, destacando-se os NRP Brava (1970), NRP Porto Santo (1970), NRP Boavista (Açores, 1970-71), NRP Velas (1971), NRP Jacinto Cândido (Moçambique, 1973-75), NRP Afonso Cerqueira (Timor, 1975-76), NRP Hermenegildo Capelo (1977), NE Vega (1984-85), NE Polar (1985-86) e NRP São Miguel (Golfo Pérsico, 1990-91); comandou os NRP Zaire (1979-82), e NE Polar (1986-88).

Para além de diversos cursos de curta duração, frequentou o Curso de Especialização em Electrotecnia, no Grupo Nº 1 de Escola da Armada (1971-72), o Curso Geral Naval de Guerra, no Instituto Superior Naval de Guerra (1982) e o curso conducente ao mestrado e Estratégia, no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (1988-90).

Foi professor efectivo de História Naval da Escola Naval, de 1982 a 1990. Esteve colocado na Direcção do Serviço de Manutenção (1977-78), na Direcção de Infra-Estruturas Navais (1978-79), no Departamento de Relações Bilaterais da Direcção-Geral de Política de Defesa Nacional (1991-95) e desempenhou os cargos de Capitão do Porto de Aveiro (1995-98), Chefe do Gabinete do Superintendente dos Serviços do Pessoal (1998-2000), Secretário da Comissão Cultural da Marinha (2000-2005), tendo sido, nessa qualidade, o responsável pelas Exposições do Dia da Marinha, em 2001 (Cascais), em 2003 (Ílhavo), em 2004 (Viana do Castelo) e em 2005 (Figueira da Foz). Desempenhou, desde Fevereiro de 2006 até Dezembro de 2010, as funções de Director do Museu de Marinha.

Entre 2006 e 2010, foi também professor da Universidade Autónoma de Lisboa, no mestrado em Arqueologia Náutica e História Marítima, da Escola Naval, na pós-graduação em História Marítima e do Instituto de Estudos Superiores Militares. Desde 2012, é colaborador do Instituto Superior de Ciências da Informação e da Administração.

Possui diversos louvores e condecorações (entre elas duas medalhas de Mérito Militar, a medalha de vermeil da Câmara Municipal de Ílhavo e a Medalha Naval Vasco da Gama) e proferiu conferências em instituições e organismos no país e no estrangeiro, tendo publicado cerca de uma centena de artigos em jornais e revistas.

É académico emérito da Academia de Marinha e Académico Honorário da Academia Portuguesa de História. É membro da Comissão de Estudos Côrte-Real e da Secção de História da Sociedade de Geografia de Lisboa e da Sociedade Histórica da Independência de Portugal. É ainda membro do conselho consultivo da Comissão Portuguesa de História Militar, sócio da Associação Amigos do Museu de Ílhavo, da Associação Wenceslau de Moraes e da Revista Militar e membro fundador da Confraria Marítima de Portugal. É confrade de honra das Confrarias Gastronómicas do Bacalhau (Ílhavo), do Arroz e do Mar (Figueira da Foz) e do Bucho (Arganil). Recebeu os prémios Almirante Augusto Osório do Clube Militar Naval, em 1969, e Revista Militar, em 1991, e uma Menção Honrosa no Prémio Defesa Nacional de 2010.

Publicou Wenceslau de Moraes. O Marinheiro e a Armada do Seu Tempo (Edições Culturais da Marinha, 2004), A Marinha Portuguesa no Tempo de Napoleão (1793-1823), 2 volumes (Tribuna da História, 2005), As Fortalezas Marítimas da Figueira da Foz (Câmara Municipal da Figueira da Foz, 2005), Grandes Batalhas Navais Portuguesas (Esfera dos Livros, 2009), Marinha Portuguesa Nove Séculos de História (Edições Culturais de Marinha, 2010), Batalha Naval do Cabo de São Vicente. A Marinha Portuguesa nas Guerras Liberais (Tribuna da História, 2011) e Grandes Naufrágios Portugueses (1194-1991) (Esfera dos Livros, 2013). Tem para publicação Portuguese Men of War (1793-1823) e Portugal at Sea Nine Centuries of History. Está a preparar, para a Academia de Marinha, o volume da História da Marinha Portuguesa: Viagens e Operações Navais (1139-1499) e para a Esfera dos Livros a obra Heróis do Mar com 50 biografias de personalidades ligadas ao mar.

Capa da Revista

Última revista publicada:

Nº 2613 - Outubro de 2019

Avatar image
Capa da Revista

Assinaturas anuais

REVISTA MILITAR @ 2019
by CMG Armando Dias Correia