Assuntos estratégicos de Segurança e Defesa
Avatar image

General

José Alberto Loureiro dos Santos

Natural de Vilela do Douro, freguesia de Paços, concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, assentou praça na Escola do Exército em 1953, e passou à reserva em 1993. Oficial de Artilharia, habilitado com o Curso de Estado-Maior e o Curso de Comando e Estado-Maior do Exército Brasileiro (doutoramento em Ciências Militares).

Cumpriu duas comissões de serviço em África. Como oficial general, desempenhou várias funções, entre as quais, Diretor do IAEM, Comandante-Chefe das Forças Armadas na Madeira, Vice-Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (Tenente-coronel graduado em General de quatro estrelas) e Chefe do Estado-Maior do Exército.

Foi ainda: Encarregado do Governo e Comandante-Chefe de Cabo Verde, Secretário Permanente do Conselho da Revolução, membro do Conselho da Revolução (por inerência, nas funções de Vice-CEMGFA), Ministro da Defesa Nacional (nos IV e V Governos Constituciona

Última atualização em 0000-00-00

Natural de Vilela do Douro, freguesia de Paços, concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, assentou praça na Escola do Exército em 1953, e passou à reserva em 1993. Oficial de Artilharia, habilitado com o Curso de Estado-Maior e o Curso de Comando e Estado-Maior do Exército Brasileiro (doutoramento em Ciências Militares).

Cumpriu duas comissões de serviço em África. Como oficial general, desempenhou várias funções, entre as quais, Diretor do IAEM, Comandante-Chefe das Forças Armadas na Madeira, Vice-Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (Tenente-coronel graduado em General de quatro estrelas) e Chefe do Estado-Maior do Exército.

Foi ainda: Encarregado do Governo e Comandante-Chefe de Cabo Verde, Secretário Permanente do Conselho da Revolução, membro do Conselho da Revolução (por inerência, nas funções de Vice-CEMGFA), Ministro da Defesa Nacional (nos IV e V Governos Constitucionais) e Professor do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. É sócio efetivo da Academia de Ciências de Lisboa (Vice-Presidente da Classe de Letras) e membro do Conselho Científico do Centro de Investigação de Segurança e Defesa do Instituto de Estudos Superiores Militares (IESM), do Conselho de Honra do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) e membro (cooptado) do Conselho Geral da Universidade Nova de Lisboa. Em 2012 integrou a Comissão de Revisão do Conceito Estratégico de Defesa Nacional.

Além de participação em várias obras coletivas, tem os seguintes livros publicados: Apontamentos de História para Militares (1979), Forças Armadas, Defesa Nacional e Poder Político (1980), Incursões no Domínio da Estratégia (1983), Abordagem Estratégica da Guerra da Independência (1986), Como Defender Portugal (1991), Reflexões sobre Estratégia, Temas de Segurança e Defesa (2000), Segurança e Defesa na Viragem do Milénio – Reflexões sobre Estratégia II (2001), Ceuta 1415 – A Conquista (2002), A Idade Imperial – Reflexões sobre Estratégia III (2003), E Depois do Iraque? (2003), Convulsões – Ano III da Guerra ao Terrorismo – Reflexões sobre Estratégia IV (2004), O Império Debaixo de Fogo – Ofensiva contra a Ordem Internacional Unipolar – Reflexões sobre Estratégia V (2006), A Ameaça Global – O império em Cheque – A Guerra do Iraque em Crónicas (2008), As Guerras que já estão aí e as que nos esperam, se os políticos não mudarem – Reflexões sobre Estratégia VI (2009), História Concisa de Como se Faz a Guerra (2010) e Forças Armadas em Portugal (2012).

Tem efetuado conferências e colaborado em vários órgãos de comunicação social, sobre assuntos de Estratégia, Segurança e Defesa e Relações Internacionais.

Falecido, em 17 de novembro de 2018.

Capa da Revista

Última revista publicada:

Nº 2613 - Outubro de 2019

Avatar image
Capa da Revista

Assinaturas anuais

REVISTA MILITAR @ 2019
by CMG Armando Dias Correia