Nº 2461/2462 - Fevereiro/Março de 2007
2461/2462 - Fevereiro/Março de 2007
IN MEMORIAM - VALM Coelho da Fonseca
O Vice-Almirante Fernando Simões Coelho da Fonseca nasceu a 13 de Fevereiro de 1926 e morreu a 5 de Junho de 2006 em Lisboa. Fez a sua carreira na Armada, onde ingressou em 1944 e atingiu o posto de Vice-Almirante em Janeiro de 1983. Foi admitido como Sócio Efectivo da Empresa da Revista Militar em 18 de Dezembro de 1980. [...]

Revista Militar
EDITORIAL - O Estado e a Instituição Militar
General
Gabriel Augusto do Espírito Santo
 
Estado e Instituição Militar, na cultura e organização da sociedade denominada europeia e ocidental, têm percorrido caminhos paralelos no longo percurso histórico iniciado com o nascimento do estado-nação e os aparelhos militares permanentes como instrumento do poder. Se o conceito de sobe­rania foi elemento de orientação nesses caminhos paralelos, os conceitos de obediência e de disciplina foram elementos de regulação no seu relacioamento.
 
No centenário do nascimento de Carlos Silva Freire: O último General português morto no comando de tropas em campanha.
Professor Doutor
João Carlos de Oliveira Moreira Freire
 
 
Em 1907 nasceu em Lisboa aquele que viria a ser o último General português morto no comando de tropas em campanha, em Angola, a 11 de Novembro de 1961, num desastre aéreo.
 
Carlos Miguel Lopes da Silva Freire era filho do Tenente-Coronel José Maria Freire, foi aluno brilhante do Colégio Militar e da Escola de Guerra, ingressando na Arma de Engenharia e, posteriormente, no Corpo de Estado-Maior.
 
Fez a maior parte da sua carreira no Instituto de Altos Estudos Militares e no Estado-Maior do Exército. Em 1936 presenciou em Barcelona o início da guerra civil; em 1942 foi ferido, por acidente, em Kursk, na Frente Leste alemã, durante uma visita de estudo; em 1955 participa numa viagem de inspecção ao Estado Português da Índia; e em 1961 é nomeado comandante militar de Angola, dirigindo as operações de reocupação militar do norte da província. Foi condecorado postumamente com a comenda da “Torre e Espada”.
Inovação, Revolução e Transformação Militar em Curso: Contributos para um Enquadramento Conceptual.
Coronel
João Paulo Nunes Vicente
 
Os novos conceitos de combate surgem como a resposta militar à Era da Informação, procurando explorar a crescente ligação em rede entre unidades organizacionais, no sentido de melhorar a comunicação, a cooperação e colaboração, obtendo conhecimento rapidamente “accionável” assente na qualidade e partilha de informação, numa procura sistemática de maior eficácia e eficiência.
 
Estamos perante um processo contínuo de inovação e integração de novos conceitos, doutrina e capacidades, num ambiente imprevisível, onde impera a não linearidade dos fenómenos, por muitos apelidado de Transformação Militar.
 
O estudo de novas teorias de Guerra, os seus efeitos sobre as organizações militares e o emprego de forças em conflitos futuros, é algo que transcende a natureza militar e deve constituir motivo de interesse da comunidade civil, sendo por isso importante e essencial que a comunidade nacional inicie, alargue e aprofunde a discussão do processo de Transformação em curso.
 
É nesse sentido que este artigo pretende contribuir para uma maior clarificação conceptual, ao relacionar alguns dos conceitos subjacentes ao tema da Transformação Militar, como a Inovação Militar e a Revolução nos Assuntos Militares (RAM).
Os Quarenta Anos das Forças Armadas de Cabo Verde
Tenente-coronel
Pedro dos Reis Brito
 
A história das Forças Armadas de Cabo Verde, desde o momento da sua criação oficial na Ilha de Cuba em 1967 até aos dias de hoje, ao momento das comemorações do 40º aniversário, é aqui revisitada. Claro que o espaço de um artigo é muito limitado para se falar do percurso de uma organização com essa idade, mas aborda-se ainda que sumariamente, a evolução da instituição castrense cabo-verdiana, nomeadamente nos seus aspectos legais, doutriná­rios e organizacionais, e ainda, já na actualidade, o processo de transformação que atravessa, e as principais missões e actividades, dentro e fora do país, que constituem o empenhamento actual da Forças Armadas da República de Cabo Verde.
Cem Lanchas para Dinamizar a Indústria Naval
Capitão-de-mar-e-guerra ECN
Jorge Manuel Pereira da Silva Paulo
 
 
 
Neste artigo, propõe-se um programa de recuperação da indústria naval portuguesa, adaptado à realidade económica e industrial do país, e que satisfaz uma necessidade real, e que consiste na aquisição, ao longo de dez anos e ao ritmo de dez por ano, de cem lanchas para o Sistema de Autoridade Marítima, para substituir as actuais Unidades Auxiliares de Marinha de fiscalização portuária e costeira, obsoletas técnica ou logisticamente.
 
O programa serve os interesses do país, porque corresponde à satisfação duma necessidade, não é oneroso e está ao alcance da indústria nacional, através de processos competitivos, os únicos que podem assegurar o desenvolvimento e a inovação sustentados.
Identidade e Individualidade Nacional Portuguesa
Tenente-coronel PilAv
João José Brandão Ferreira
 
O artigo aborda as questões da identidade e individualidade nacionais e faz uma retrospectiva histórica sobre as bases de uma e de outra.
 
Tenta-se dar um pequeno retrato da maneira de ser portugueses e conceitos básicos sobre a Nação, terminando com considerações finais.
CRÓNICAS I - Crónicas Militares Nacionais
Tenente-coronel
Miguel Silva Machado
  
  • Mensagem do General Chefe de Estado-Maior da Força Aérea;
  • Arsenal do Alfeite;
  • Imposição da Medalha de Ouro de Serviços Distintos às Companhias de Comandos;
  • Presidente da República condecora antigos Chefes Militares;
  • Empresa de Meios Aéreos, SA.;
  • Comissão Interministerial para os Assuntos do Mar;
  • Proposta de alteração da Lei de Defesa Nacional e das Forças Armadas;
  • Marinha testa “evacuação de não combatentes” ;
  • Forças Armadas apoiam Policia Judiciária no combate ao tráfico de droga;
  • Sistema de Informações da República Portuguesa;
  • Nações Unidas permanecem mais um ano em Timor-Leste;
  • Missões Militares no Estrangeiro avaliadas em Conselho de Estado;
  • Ministro da Defesa cria “Grupo de Reflexão Estratégica”;
  • Portugal retira Batalhão da Bósnia-Herzegovina;
  • Nova Companhia de Comandos para o Afeganistão;
  • Força Aérea reformula unidade de “Resgate em Combate”.
CRÓNICAS II - Outros Assuntos de Actualidade

Revista Militar
  
Prémio “Almirante Sarmento Rodrigues” - 2007
 
Está aberto o concurso na Academia de Marinha, até ao dia 28 de Setembro de 2007, para atribuição do Prémio “Almirante Sarmento Rodrigues”.
 
O Prémio “Almirante Sarmento Rodrigues” destina-se a impulsionar e dinamizar a pesquisa, a investigação científica e o estudo da história das actividades marítimas dos Portugueses.
CRÓNICAS III - Crónicas Bibliográficas
 
  • A Vida dos Doze Césares - Volume 2 (Tibério, Calígula e Cláudio);
  • Bodas de Ouro dos Cursos entrados na Escola do Exército em 1956. 50 ANOS. 1956-2006.
Major-general
Adelino de Matos Coelho
Coronel
António de Oliveira Pena
Capa da Revista

Última revista publicada:

Nº 2613 - Outubro de 2019

Avatar image
Capa da Revista

Assinaturas anuais

REVISTA MILITAR @ 2019
by CMG Armando Dias Correia