Nº 2519 - Dezembro de 2011
2519 - Dezembro de 2011
EDITORIAL - Um Debate que Deve Ser Iniciado
General
Gabriel Augusto do Espírito Santo
Numa sociedade em profunda mudança como aconteceu noutras épocas da História, as interrogações sobre onde nos conduzirá a mudança e que caminhos serão os mais ajustados para percorrer este tempo de incertezas merece reflexão. No denominado mundo ocidental, que durante séculos ditou leis e regras a outras partes do mundo, tenta defender-se um estilo de vida que tem sido suportado por recursos fictícios e agora os ricos pedem dinheiro aos pobres e fazem protestos de indignação para manter esse estilo de vida. Os clássicos factores produtivos de terra, capital, trabalho e inovação tecnológica encontram-se desajustados no seu equilíbrio e será preciso imaginação para não se continuar a recorrer a modelos do passado para encontrar novos equilíbrios. [...]
Manutenção da Capacidade Submarina - Suas Vicissitudes e Consequências
Vice-almirante
António Cavaleiro de Ferreira
Os NRP Tridente e NRP Arpão iniciaram o ciclo de vida da 5ª Esquadrilha de Submarinos nas capacidades militares da Marinha de Portugal e das suas Forças Armadas. A história da capacidade submarina nas Forças Armadas Portuguesas teve as suas vicissitudes. O Conceito Estratégico Militar para a defesa de Portugal evoluiu com o tempo e as capacidades financeiras da Nação. Convirá meditar sobre as consequências para esse conceito se essa capacidade diminuir ou faltar. O presente artigo transporta-nos na história dessas vicissitudes e conclui sobre as consequências que advirão se aquela capacidade faltar.
As Ilhas do Equador - III Parte
Tenente-coronel
João José de Sousa Cruz
Quando da minha passagem meteórica por S. Tomé, fiquei fascinado com as belezas da Ilha. Assim, fui levado a aprofundar o estudo do arquipélago, tão ignorado por Portugal como pelos portugueses.
 
O que mais me encantou e aumentou o meu interesse, foi ter encontrado num alfarrabista em Lisboa, uma cópia, de cópia, de cópia, da obra do Brigadeiro Cunha Mattos, o “Compêndio Histórico das Possessões de Portugal na África”, obra escrita depois de 1820 e redescoberta no Brasil e em Portugal na década de 60 do século XX.
 
Além da beleza selvagem, S. Tomé me apareceu também como terra virgem, viva e em actividade belicosa, com altos e baixos, mantendo a doçura de um clima quente e desafiante, embora doentio para os europeus.
A Guerra Irregular - A Conspiração do Silêncio no século XXI? (4)
Sargento-ajudante
Fernando D´Eça Leal
A propaganda é comunicação unilateral destinada a influenciar o pensamento das pessoas e as suas acções. As campanhas de televisão ou cartaz a aclamar pessoas ou partidos a votar num candidato ou partido político pode ser propaganda, dependendo do método de persuasão. Os recursos de propaganda apelam ao público de três maneiras: (1) Fazendo parecer que a acção ou opinião é sábia e razoável; (2) Sugerindo que a acção ou opinião é moral e justa; (3) Proporcionando a sensação agradável, como sentimento de importância ou de pertença. Numa guerra irregular a propaganda é a principal arma. Esta é muita das vezes chamada propaganda (secreta) encoberta porque vem de fontes ocultas. Alguma propaganda encoberta é transmitida por pessoas de um país onde secretamente apoiam os seus inimigos. Este grupo é chamado de quinta coluna*. O oposto da propaganda encoberta é chamado de propaganda (aberta) manifesta, que vem de fontes conhecidas.
Crónicas Militares Nacionais
Tenente-coronel
Miguel Silva Machado
  • Novas vagas para os Quadros Permanentes;
  • CEMGFA louva Guarnição do NRP “Vasco da Gama”;
  • Fim das “Contrapartidas” nas aquisições militares;
  • Prémio Defesa Nacional e Ambiente 2010;
  • Primeiro-Ministro dirige-se às Forças Armadas;
  • Agitação no meio militar;
  • Militares em missões internacionais.
Crónicas Bibliográficas
  • O Abafador;
  • A Batalha Naval do Cabo de São Vicente - 1833.
 
Major-general
Adelino de Matos Coelho
Capa da Revista

Última revista publicada:

Nº 2608 - Maio de 2019

Avatar image
Capa da Revista

Assinaturas anuais

REVISTA MILITAR @ 2019
by CMG Armando Dias Correia