Nº 2559 - Abril de 2015
Crónicas Militares Nacionais
Coronel
Nuno Miguel Pascoal Dias Pereira da Silva

O Chefe do Estado-Maior da Defesa de Espanha visitou Portugal

O Almirante General Fernando García Sánchez, Chefe do Estado-Maior da Defesa (CEMD) de Espanha, realizou uma visita oficial às Forças Armadas Portuguesas, entre os dias 26 e 28 de fevereiro de 2015, a convite do Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), General Artur Neves Pina Monteiro.

A visita visou o aprofundamento das relações de cooperação entre as Forças Armadas Portuguesas e Espanholas. No primeiro dia da visita, o Almirante General García Sánchez foi recebido com honras militares no Forte do Bom Sucesso, tendo depositado uma coroa de flores no Monumento aos Mortos em Combate, após o que foi recebido pelo General CEMGFA, no Estado-Maior-General das Forças Armadas. Ainda durante o primeiro dia, o CEMD de Espanha visitou o 2º Batalhão de Infantaria da Brigada de Intervenção, no Regimento de Infantaria Nº 14, em Viseu.

No segundo dia de visita oficial, a alta entidade espanhola teve uma audiência com o Ministro da Defesa Nacional, Dr. José Pedro Aguiar-Branco, e visitou a esquadrilha de submarinos e o Centro Integrado de Treino e Avaliação Naval, na Base Naval de Lisboa.

 

Força Militar Portuguesa em missão da OTAN na Lituânia

No âmbito das medidas de tranquilização da OTAN no flanco Leste, Portugal participa nas NATO Assurance Measures 2015, com um Esquadrão de Reconhecimento da Brigada de Intervenção, aquartelado no Regimento de Cavalaria 6 (Braga), constituído por 140 militares, equipados com Viaturas Blindadas de Rodas PANDUR II e comandados pelo Major de Cavalaria Pedro Miguel Tavares Cabral.

A chegada dos militares ao Teatro de Operações decorreu entre 28 e 31 de março, tendo-se realizado em três momentos distintos. Os primeiros militares do Destacamento Avançado chegaram a Vilnius, capital da Lituânia, no dia 28 de março, onde foram recebidos pelos congéneres lituanos. Três dias depois, aterrou, no Aeroporto de Karmelava, próximo da cidade de Kaunas, o grosso da Força, e a meio da tarde atracou, no porto de Klapeida, o navio que transportava o material orgânico da Força.

Sempre em estreita coordenação com o Exército Lituano e com a chegada da totalidade dos elementos da força, deram-se início às medidas de Reception, Staging and Onward Movement (RSOM). As viaturas VBR 8X8 Pandur, após as operações de abastecimento, formaram coluna e deslocaram-se, pelos próprios meios, com destino a Rukla.

Na cerimónia que assinalou a partida deste contingente, em 31 de março de 2015, estiveram presentes o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, General Artur Neves Pina Monteiro e o Chefe do Estado-Maior do Exército, General Carlos António Corbal Hernandez Jerónimo

 

O Presidente da República visitou a Base Aérea N.º 6

O Presidente da República, Prof. Doutor Aníbal Cavaco Silva, deslocou-se à Base Aérea N.º 6, no Montijo, em 31 de março de 2015, para tomar contacto com as novas capacidades da Força Aérea. No âmbito da visita, o Presidente da República efetuou um voo na aeronave P-3C, pertencente à Esquadra 601 – “Lobos”, sediada na Base Aérea n.º 11 de Beja –, durante o qual pode presenciar uma demonstração de algumas das capacidades e valências tecnológicas deste sistema de armas.

Acompanharam a visita, o Ministro da Defesa Nacional, o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, a Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional e o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea.

Durante a visita, o Presidente da República, teve a oportunidade de assistir a uma apresentação relativa às novas capacidades da Força Aérea e tomar conhecimento da panóplia de missões que os equipamentos mais recentes proporcionam a este ramo das Forças Armadas, tendo, a este propósito, realçado o importante papel que a Força Aérea tem desempenhado no País e no estrangeiro, representando e dignificando as Forças Armadas e Portugal.

 

Fragata Bartolomeu Dias em visita a Angola

A fragata da Marinha Portuguesa Bartolomeu Dias, sob o comando do Capitão-de-fragata Paulo Jorge de Oliveira Cavaleiro Ângelo, aportou em Luanda, do dia 26 de março a 2 de abril de 2015, com o intuito de desenvolver várias ações no âmbito da cooperação bilateral entre as Marinhas de Guerra dos dois países.

A cooperação com a Marinha de Guerra de Angola (MGA) enquadra-se na iniciativa MAR ABERTO, que tem como objetivo o aprofundamento e o reforço da cooperação bilateral junto de países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, através da realização de ações conjuntas de instrução e treino, de que destacamos a realização de ações de instrução e treino na área do mergulho de combate e de abordagem a navios.

O navio português esteve aberto a visitas de entidades locais, de representantes diplomáticos e representantes da comunidade portuguesa local.

Aquando da sua largada do porto de Luanda foram embarcados cadetes da Academia Naval da MGA, a fim de efetuarem treino de mar, focalizando os domínios da navegação, da marinharia e da segurança no mar.

 

Novo EMFAR aprovado em Conselho de Ministros

Foi aprovado em Conselho de Ministros, no dia 2 de abril de 2015, o novo Estatuto dos Militares das Forças Armadas, diploma legal que regula os aspetos essenciais da carreira militar.

Entre as principais alterações ao antigo diploma legislativo, estão o aumento da idade da reforma que passa dos 65 para os 66 anos, a partir de 2016; novas condições de passagem à situação de reserva, devendo os militares ter de cumprir 40 anos de tempo de serviço e 55 anos de idade; um novo modelo de convocação de militares na reserva para o desempenho de funções; a criação dos postos de comodoro/brigadeiro-general, de subsargento/furriel e de cabo-mor; a promoção ao posto de oficial dos enfermeiros militares; e o aumento do tempo mínimo de permanência dos pilotos-aviadores da Força Aérea, de 12 para 14 anos.

 

Exército realiza trabalhos de prevenção aos fogos em Castelo de Vide

O Ministro da Defesa Nacional, Dr. José Pedro Aguiar-Branco, visitou, a 8 de abril de 2015, a frente de trabalhos do Regimento de Engenharia nº 1 do Exército, a decorrer no Parque Natural da Serra de São Mamede, em Castelo de Vide. A ação consiste na beneficiação e alargamento do caminho dos Marrões, para facilitar o acesso ao local dos carros de bombeiros, em caso de incêndio.

Após um briefingue sobre os trabalhos em curso, que decorreu no salão nobre da Câmara Municipal de Castelo de Vide, o Ministro da Defesa Nacional referiu que este tipo de “missões de interesse público”, nas quais as Forças Armadas estão envolvidas, carece de visibilidade nacional, ainda que as populações locais e as autarquias tenham uma maior perceção de “proximidade” e “uma grande relação de confiança e interação” com os militares.

Os trabalhos de beneficiação e alargamento do caminho dos Marrões, em Castelo de Vide, tiveram início em 2 de fevereiro e estendem-se até 12 de junho. Estão envolvidos nesta ação diversas viaturas de engenharia e cinco militares, numa área total de intervenção de 1450 metros e com desníveis de 115 metros.

Gerar artigo em pdf
2015-06-30
353-356
805
60
REVISTA MILITAR @ 2019
by CMG Armando Dias Correia