Nº 2485/2486 - Fevereiro/Março de 2009
IN MEMORIAM E EVOCAÇÃO

 VICE-ALMIRANTE ANTÓNIO EMÍLIO DE ALMEIDA AZEVEDO BARRETO FERRAZ SACCHETTI

 

O Vice-Almirante António Emílio Sacchetti nasceu em Aveiro, em 2 de Dezembro de 1930, e faleceu em Lisboa, em 15 de Janeiro de 2009. Era Sócio Efectivo da Empresa da Revista Militar desde 1980.
 
Antes de se alistar na Armada frequentou o Liceu D. João III e a Universidade de Coimbra. Ingressou na Escola Naval em 26 de Setembro de 1949. Foi promovido a Guarda-Marinha em 1 de Outubro de 1952, tendo-lhe sido conferido o Prémio de Aprumo Militar.
 
Esteve embarcado como oficial de guarnição de muitos navios durante seis anos. Foi Oficial Imediato do navio patrulha Santiago em Angola (1959-1960) e Comandante do patrulha Boavista (1966-1967), tendo então feito uma comissão nos Açores. Foi ainda Capitão dos Portos de António Enes (hoje Angoche), em Moçambique (1960-1965), e da Póvoa do Varzim e Vila do Conde (1970-1971).
 
Serviu na NATO, no Estado-Maior do COMIBERLANT (hoje Joint Command Lisbon) (1967-1970) e foi Chefe da Repartição de Informações do Quartel-General do Comandante-Chefe da Guiné (1971-1973).
 
Entre os cursos que tirou salientam-se o Harbour Defence Course e o Nets and Booms Course, nos Estados Unidos, em 1954, o Curso Geral Naval de Guerra em 1965-1966, e o Royal College of Defence Studies (RCDS), em Londres, com a duração de um ano, em 1979.
 
Participou no ensino dos primeiros cursos de Defesa de Portos em Portugal (1954-1955) e foi, mais tarde, Secretário Escolar e Instrutor da Escola de Alunos Marinheiros durante dois anos (1967-1969).
 
Colocado no Instituto Superior Naval de Guerra (1979-1988), após a curso tirado em Inglaterra, foi sucessivamente professor de Organização, de Relações Internacionais e de Estratégia, director dos três Cursos Navais de Guerra, Geral, Complementar e Superior, Subdirector (1983-1985) e ainda Director do Instituto (1985-1988). Neste período foi assessor no Instituto de Defesa Nacional e durante cerca de oito anos (até fins de 1995) foi vogal da Direcção da Revista Militar.
 
Representou o Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada nas Assembleias do Tratado do Atlântico Norte, em Londres, 1981, e no Funchal, 1982.
 
Participou ainda nos VIII e IX International Seapower Symposia, em Newport, EUA, em 1985 e 1987.
 
Terminou a sua carreira no activo com o cargo de Vice-Chefe do Estado-Maior da Armada.
 
Durante mais de dois anos (1990-1993) presidiu à Comissão Nacional Contra a Poluição do Mar, foi Representante Nacional nas Comissões de Oslo, de Paris e de Londres, participando em diversas reuniões internacionais regulares. Representou Portugal em cerca de 10 reuniões internacionais extraordinárias para a redacção da nova Convenção de Paris (22 de Setembro de 1992), tendo sido louvado pelo Ministro do Ambiente e dos Recursos Naturais, que quis realçar a contribuição significativa para o prestígio de Portugal, no quadro das missões internacionais de que foi incumbido (21 de Abril de 1993).
 
Foi Vogal do Conselho Pedagógico do Instituto de Defesa Nacional (de 15 de Julho de 1992 a 1998), Professor catedrático convidado das Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, da Universidade Internacional e da Universidade Autónoma de Lisboa, Presidente do Grupo de Estudo e Reflexão de Estratégia (da Marinha), Director do Centro de Estudos Estratégicos do Instituto de Relações Internacionais (do ISCSP); Vogal (arguente) de um júri de Doutoramento no Instituto Superior de Ciências Políticas (1989); Vogal de um Concurso para professor associado do grupo disciplinar de Política Internacional na Universidade do Minho (1987); Presidente de dois júris de provas de Mestrado em Relações Internacionais (1989) e em Estratégia (1995); Vogal (orientador) de vários júris de provas de Mestrado em Relações Internacionais e de Mestrado em Estratégia.
 
Quando nos deixou era Professor catedrático convidado da Universidade Católica Portuguesa, Presidente da Academia de Marinha, Académico de número da Real Academia Española del Mar, Académico da Academia das Ciências, Académico honorário da Academia Portuguesa de História, Académico de número e membro do Conselho de Académicos da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, Presidente da Direcção do Instituto Português da Conjuntura Estratégica, Sócio da Sociedade de Geografia de Lisboa, Cavaleiro da Ordem do Santo Sepulcro de Jerusalém, membro efectivo do Conselho Supremo da Liga dos Combatentes, membro do Conselho Consultivo do Instituto Euro-Atlântico, Presidente do Instituto D. João de Castro desde Outubro de 2003 e membro do Conselho Consultivo da revista Nação e Defesa.
 
Publicou perto de cento e oitenta títulos em livros individuais, artigos, livros colectivos, revistas universitárias e militares e na imprensa diária.
 
Para além das disciplinas que ministrou na Universidade, proferiu conferências em diversas Instituições, por vezes com regularidade, e participou, como comentador ou entrevistado, em programas de televisão ou da rádio, nacional e estrangeira.
 
O Senhor Vice-Almirante António Emílio Sacchetti deixa-nos muito mais do que um curriculum ímpar, deixa-nos uma referência para as gerações de militares mais jovens.
 
 
CONDECORAÇÕES
 
1. Medalha Militar, Serviços Distintos, Ouro
2. Medalha Militar, Serviços Distintos, Prata
3. Medalha Militar, Mérito Militar, 2ª Classe
4. Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique
5. Medalha da Cruz Naval, 1ª Classe
6. Medalha Militar, Comportamento Exemplar, Ouro
7. Medalha Militar, Comportamento Exemplar, Prata
8. Medalha Militar, Comemorativa das Campanhas, Guiné 1971-1973
9. Medalha Militar, Comemorativa de Comissões de Serviço Especiais, Moçambique 1960-1965
10. Medalha Naval do 5º Centenário da Morte do Infante D. Henrique
11. Medalha de Socorros a Náufragos de Filantropia e Caridade, Ouro
12. Comendador da Ordem do Mérito Naval da República Federativa do Brasil
13. Cavaleiro da Ordem de Mérito da República Italiana
14. Cavaleiro da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém
 
Contra-almirante António Silva Ribeiro
Capitão-de-fragata Armando J. Dias Correia
 
Sócios Efectivos da Revista Militar e membros da Direcção
 
A Direcção da Revista Militar reitera à família enlutada do seu Ilustre Sócio a expressão do seu grande pesar.
 
 
 
Capitão-de-mar-e-guerra
Armando José Dias Correia
Almirante
António Manuel Fernandes da Silva Ribeiro
Gerar artigo em pdf
2009-07-01
0-0
2712
82
Avatar image

Capitão-de-mar-e-guerra

Armando José Dias Correia

Autor deste portal.

Avatar image

Almirante

António Manuel Fernandes da Silva Ribeiro

O almirante António Manuel Fernandes da Silva Ribeiro nasceu em Pombal a 14 de Outubro de 1957. Ingressou no Curso de Marinha da Escola Naval em 1974. É atualmente o Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional. 

O almirante António Silva Ribeiro é sócio da Revista Militar.

REVISTA MILITAR @ 2017
by CMG Armando Dias Correia