Nº 2508 - Janeiro 2011
Crónicas Bibliográficas

O MAR NO SÉCULO XXI

 
 
 
 
Foi recentemente lançada a obra “O mar no século XXI”, da autoria do Sócio da Revista Militar Armando Dias Correia. O Comandante Dias Correia é mestre em informática e mestre em estratégia. Está, actualmente, a doutorar-se em Estudos Estratégicos no ISCSP e desempenha a função de comandante do NRP Bérrio.
 
O livro que agora lança é uma excelente sistematização do conhecimento sobre o mar, consistindo em cerca de 400 páginas, de excelente qualidade gráfica, com muitos quadros e 77 imagens a cores. Para poder apresentar o seu olhar sobre os desafios marítimos futuros, o comandante Dias Correia começou o primeiro capítulo com um levantamento do “valor do mar”, segundo diversas perspectivas, nomeadamente quanto às características físicas, aos recursos vivos, aos recursos vegetais, às potencialidades energéticas, aos recursos minerais, à importância para a ciência, ao contributo para a estabilidade ambiental, ao peso na economia e ao impacto na geopolítica e na geoestratégia. Seguem-se, depois, mais cinco capítulos intitulados: "O Direito do Mar e os Espaços Marítimos", "O Valor do Mar para os EUA e para a NATO", "O Valor do Mar para a Europa", "O Valor do Mar para Portugal" e "O Valor do Mar no futuro".
 
A obra é prefaciada pelo Contra-almirante António Silva Ribeiro, também Sócio da Revista Militar, que a considera “um excelente texto, que enriquece a cultura marítima nacional e apoia quem pretende perceber o valor presente e futuro do Mar para Portugal”.
 
Em boa hora a FEDRAVE (Fundação para o Estudo e Desenvolvimento da Região de Aveiro) decidiu patrocinar e dar vida a este trabalho. O livro contou ainda com o apoio de mais catorze entidades que se associaram para viabilizarem a publicação.
 
A apresentação da obra terá lugar em Janeiro na Academia de Marinha, no Casino da Figueira da Foz e na Douro Azul, no Porto.
 
A Revista Militar felicita o autor, Comandante Armando Dias Correia, e ainda o editor, a FEDRAVE, na pessoa do Prof. Doutor Armando Teixeira Carneiro, pela publicação de um texto que virá, seguramente, a ser uma obra de referência neste âmbito.
 
 
Capitão-de-fragata Luís Nuno da Cunha Sardinha Monteiro
Secretário da Assembleia-Geral da Revista Militar
 
 
 
 

POLÍTICAS PÚBLICAS DO MAR PARA UM NOVO CONCEITO ESTRATÉGICO NACIONAL

 
 
 
 
A editora Esfera do Caos publicou recentemente um interessantíssimo livro intitulado “Políticas Públicas do Mar - Para um novo Conceito Estratégico Nacional”. Trata-se de uma obra com a chancela da Academia das Ciências de Lisboa e que beneficiou do apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e do Oceanário de Lisboa.
 
Cabe aqui referir que a génese do livro foi um desafio lançado, há mais de dois anos, pelo Presidente da Academia das Ciências de Lisboa, Professor Adriano Moreira aos académicos Nuno Vieira Matias, Viriato Soromenho Marques e António Ferraz Sachetti, entretanto desaparecido, mas a quem o livro é, muito justamente, dedicado. O núcleo central de coordenação alargou-se, posteriormente, aos doutores João Falcato e Aristides Leitão, mas o grupo de especialistas que nele colaborou atingiu quase uma vintena.
O livro abarca uma gama bastante alargada de matérias relacionadas com o mar, tais como a soberania, a ecologia, a economia, a segurança, a diplomacia, a ciência e a cultura. Cada uma dessas matérias é abordada num capítulo independente, tendo-se conseguido um equilíbrio bastante feliz entre a profundidade e a concisão da abordagem, que tornam a leitura de cada um desses capítulos - e, consequentemente, da obra na sua totalidade - bastante agradável e estimulante. No final, o leitor fica com uma visão ampla das políticas públicas do mar e da multiplicidade de oportunidades e de ameaças relacionadas com o mar português.
 
Esta obra fica, certamente, como uma das mais importantes reflexões sobre o mar e sobre a sua importância para o País, constituindo-se - juntamente com o “Relatório da Comissão Estratégica dos Oceanos” (2004) e o estudo “Hypercluster da economia do mar” (2009) - como um marco na produção de pensamento estratégico nacional sobre o mar.
 
A apresentação da obra teve lugar, no dia 16 de Novembro, na Academia das Ciências de Lisboa.
 
A Revista Militar felicita os autores desta notável obra, com uma menção particular ao naipe de distintos oficiais da Marinha Portuguesa que nela colaborou, encabeçado pelo Almirante Nuno Vieira Matias, que coordenou, e que inclui ainda os Vice-almirantes Alexandre da Fonseca, António Rebelo Duarte e Victor Lopo Cajarabille e o Contra-almirante António Silva Ribeiro, Sócio Efectivo da Revista Militar.
 
Capitão-de-fragata Luís Nuno da Cunha Sardinha Monteiro
Secretário da Assembleia-Geral da Revista Militar
 
 

 

Capitão-de-mar-e-guerra
Luís Nuno da Cunha Sardinha Monteiro
Gerar artigo em pdf
2011-11-19
0-0
1324
38
Avatar image

Capitão-de-mar-e-guerra

Luís Nuno da Cunha Sardinha Monteiro

O Comandante Nuno Sardinha Monteiro concluiu o curso da Escola Naval em 1991, após o que prestou serviço a bordo de vários navios da Marinha.

Comandou a lancha rápida de fiscalização “Dragão” (1992-1994) e o navio escola “Sagres” (2011-2013).

Possui o Mestrado e o Doutoramento, em Navegação, ambos pela Universidade de Nottingham (Reino Unido).

Publicou diversos livros e artigos sobre navegação e estratégia marítima / naval.

Atualmente, é o Diretor de Recursos do Estado-Maior da Armada.

REVISTA MILITAR @ 2018
by CMG Armando Dias Correia