Nº 2519 - Dezembro de 2011
Crónicas Bibliográficas

O Abafador

 
 
O Abafador, da autoria do Tenente-general José Lopes Alves, é um romance que se lê com muito interesse e curiosidade, no enquadramento temporal de dois flagelos que assolaram Portugal, no princípio do Século XX - a I Guerra Mundial e a “gripe pneumónica” - tendo como figura central o “abafador”, a personagem errante que precipitava a morte aos moribundos em fase terminal de sofrimento.
 
O autor, “em romance de base histórica e assente em factos reais que a tradição local, já velha de quase cem anos consagrou”, recorda memórias da sua “avó Rosinha” e, numa descrição de muita realidade, transporta-nos aos horrores da Flandres, no sector do Corpo Expedicionário Português, faz-nos meditar nos dramas dos hospitais de campanha e descreve-nos tragédias sociais nas regiões transmontanas.
 
A Revista Militar felicita o autor pela publicação deste livro e agradece o volume que foi ofertado para a Biblioteca.
 
Major-general Adelino de Matos Coelho
Director-Gerente da Revista Militar
 
 

A Batalha Naval do Cabo de São Vicente - 1833

 
 
As Guerras Liberais que tiveram lugar em Portugal, entre 1828 e 1834, opuseram o partido constitucionalista, liderado pela Rainha D. Maria II e o seu pai, o Imperador D. Pedro, do Brasil, e o partido tradicionalista de D. Miguel. Em causa estavam as leis de sucessão ao trono português e a decisão das Cortes de 24 de Junho de 1828, em que este foi aclamado rei de Portugal. A batalha do Cabo de São Vicente, travada a 5 de Julho de 1833, na qual a esquadra naval comandada por Charles Napier, ao serviço de D. Pedro, derrotou a armada de D. Miguel.
 
Tendo constituído a última grande batalha naval da História da Armada Portuguesa, o livro do Capitão-de-mar-e-guerra José António Rodrigues Pereira, A Batalha Naval do Cabo de São Vicente - 1833, disseca o evento de uma forma pedagógica, com uma construção gráfica muito elucidativa, analisando o poder naval nos período “pós-napoleónico”, o regresso da Corte a Lisboa e os seus efeitos no Brasil, as diferentes lutas pelo poder e as acções navais no final da Guerra Civil.
 
A Revista Militar felicita o autor pela publicação deste livro e agradece o volume que foi ofertado para a Biblioteca, pela Editora Tribuna da História.
 
Major-general Adelino de Matos Coelho

Director-Gerente da Revista Militar

Major-general
Adelino de Matos Coelho
Gerar artigo em pdf
2012-10-20
0-0
1311
22
Avatar image

Major-general

Adelino de Matos Coelho

Habilitado com os Cursos de Infantaria, da Academia Militar, Geral de Comando e Estado-Maior e Superior de Comando e Direção, do Instituto de Altos Estudos Militares; possui outros Cursos de que se destacam o de Oficial de Informação Pública do Comando Aliado da Europa da OTAN (Bélgica), o Curso Militar de Direito Internacional dos Conflitos Armados, do Instituto de Direito Humanitário de Sanremo (Itália) e o Diploma de Pós-Graduação em Estudos Europeus da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Ao longo da sua carreira, prestou serviço em várias Unidades e Órgãos do Exército, nomeadamente, no Regimento de Infantaria de nº 3, em Beja, que comandou, e no Estado-Maior do Exército, onde desempenhou o cargo de Chefe da Divisão de Pessoal. Além disso, também desempenhou carg

REVISTA MILITAR @ 2019
by CMG Armando Dias Correia