Nº 2531 - Dezembro de 2012
Crónicas Bibliográficas

Corredor de Lamel – 68 Guiné 69

Corredor de Lamel – 68 Guiné 69 é um romance histórico, publicado pela Chiado Editora e escrito por Guilherme Costa Ganança, um engenheiro, natural do Funchal, radicado em Castelo Branco, que prestou serviço militar na Guiné (Cabedú, Catió e Farim), em 1967/69, como alferes miliciano.

Ressalvando a natureza “fictícia” das personagens e remetendo para a esfera das coincidências “qualquer semelhança com pessoas ou casos reais”, num triângulo geográfico cujos vértices assentam nas cidades de Funchal, Lisboa e Bissau, o autor “revisita” a sua vida militar, com ênfase na vivência da guerra na Guiné e centrado no período entre Abril de 1968 e o fim de Agosto de 1969, em registos (aparentemente autobiográficos), organizados em quinze capítulos: «Nadar no Rio Lade», «O Comandante Interino», «As matas de Catió», «Estreia do Capitão», «Ilha do Como», «Férias na Madeira», «Comboio em Movimento», «A Menina da Lourinhã», «Adeus Cabedú», «O Corredor de Lamel», «Recuperar em Bissau», «Desatinos da Fadiga», «A Última Emboscada», «De Volta ao Cais de Lisboa» e «Até um dia!».

Trata-se de uma narrativa bem descrita que, acompanhada de algumas fotografias, relaciona pormenorizadamente os elementos humanos, materiais e da natureza, colocando o leitor no ambiente sociológico dramático da guerra, nos trilhos densos de vegetação e no clima quente e húmido da região, na mesma fórmula literária que autor já havia utilizado, em 2011, noutro romance histórico, intitulado Do Cacine ao Cumbijã – 67 Guiné 68 (recensão pelo Coronel Nuno Bravo Mira Vaz, na Revista Militar, nº 2527/2528 – agosto/setembro de 2012).

A Revista Militar felicita o autor e a Editora Chiado, pela publicação de ambos os livros e agradece os volumes que foram ofertados para a Biblioteca.

Diretor-Gerente da Revista Militar

Major-general
Adelino de Matos Coelho
Gerar artigo em pdf
2013-03-10
1219-1220
1329
28
Avatar image

Major-general

Adelino de Matos Coelho

Habilitado com os Cursos de Infantaria, da Academia Militar, Geral de Comando e Estado-Maior e Superior de Comando e Direção, do Instituto de Altos Estudos Militares; possui outros Cursos de que se destacam o de Oficial de Informação Pública do Comando Aliado da Europa da OTAN (Bélgica), o Curso Militar de Direito Internacional dos Conflitos Armados, do Instituto de Direito Humanitário de Sanremo (Itália) e o Diploma de Pós-Graduação em Estudos Europeus da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Ao longo da sua carreira, prestou serviço em várias Unidades e Órgãos do Exército, nomeadamente, no Regimento de Infantaria de nº 3, em Beja, que comandou, e no Estado-Maior do Exército, onde desempenhou o cargo de Chefe da Divisão de Pessoal. Além disso, também desempenhou carg

REVISTA MILITAR @ 2019
by CMG Armando Dias Correia